notícias

Acolher Fátima!

Aquele olhar



Dia Europeu para a Proteção das Crianças contra a Exploração Sexual e o Abuso Sexual

Dia 18 de novembro é o Dia Europeu para a Proteção das Crianças contra a Exploração Sexual e o Abuso Sexual.

No nosso trabalho diário constatamos que a violência sexual contra crianças é uma realidade que persiste, em muitas situações, invisível e silenciada, que afeta muitas crianças no nosso país.

Diariamente lidamos com o impacto que uma experiência como esta tem na vida de uma criança, que tem que se reinventar e voltar a acreditar quando, muitas vezes, a situação foi vivida com pessoas em quem mais confiavam.



Marcha, Sempre!

Participei pela primeira vez na Marcha em Vouzela e São Macário, juntamente com outras quatro meninas. Quando chegámos à Marcha fomos muito bem recebidas pelo Irmão Fábio e pelas Monitoras e o restante grupo de meninas demonstraram interesse em conviver. A hora das refeições era muito reconfortante, tínhamos de dar bênção à comida e agradecer, algo que eu nunca tinha feito e me fez ver o quão é bom termos alimentos. Em Vouzela, dormimos em tendas, outra experiência única porque nunca tínhamos acampado antes e foi muito divertido.



OBRIGADO!

Um pequeno espaço de tempo, um instante de segundo, que pode mudar toda uma vida. O abraço que se dá num momento de tristeza. Uma palavra tranquila que transforma um momento de raiva em silêncio. O olhar que doa cumplicidade e colo num momento de solidão da alma. Um sorriso… Aquele sorriso que cura as nossas tristezas mais profundas.

2017 um ano preenchido com sorrisos, alegrias, mimo e muitas amizades. São os AMIGOS que nos enchem o peito, e que nos fazem guardar as mais preciosas recordações de um excelente ano que passou! OBRIGADO!



A verdadeira Beleza

Já que durante a minha passagem pela Casa da Criança fui eu o responsável pelo conto na hora de ir dormir, aqui vai mais um. Diz uma história da minha infância que: Um jovem estava no centro da cidade, proclamando ter o coração mais belo da região. Todos o admiravam, não tinha nenhuma marca nem qualquer defeito. De repente, um velho apareceu diante da multidão e disse: - Por que é que o meu coração não é tão bonito como o desse jovem?



Páginas